Apóie a imprensa democrática e popular

Milhares de jovens vão às ruas de Grenoble repudiar violência policial

Por Patrick Granja / A Nova Democracia

Na sexta-feira, dia 16 de julho, a suposta execução do jovem Karim Boudouda, de 27 anos, causou revolta dos moradores do bairro proletário de Villeneuve, na cidade de Grenoble. Segundo informações, o jovem fora capturado pela polícia depois de assaltar o cassino de Uriage-les-Bains. Revoltados, mais de mil jovens foram às ruas para protestar, enfrentando corajosamente as tropas de repressão do Estado xenófobo e reacionário francês.

Os confrontos com a polícia nas ruas de Grenoble duraram três dias e acabaram com 60 automóveis e dois bancos incendiados pelos manifestantes. Ainda no dia do assassinato, tiros de pistola foram disparados contra um carro da polícia, enfurecendo ainda mais a reação. Indiferentes, os jovens franceses continuaram nas ruas enfrentando a tropa de choque da polícia de Grenoble.

No ano passado, após o assassinato do jovem Yakou Sanogo pela polícia no bairro Bagnolet, em Seine-Saint-Denis, nos subúrbios a noroeste de Paris, milhares de jovens tomaram as ruas em protestos semelhantes aos que atingiram Grenoble nos últimos dias.

Em 2007, milhares de pessoas tomaram as ruas em Lille (norte), Toulouse (sudoeste), Nantes e Rennes (oeste) para protestar contra a eleição de Nicolas Sarkozy a presidência da França. Em todo o país, mais de 700 veículos foram incendiados, principalmente em bairros da periferia de Paris.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s