Apóie a imprensa democrática e popular

Moradores de Niterói se revoltam após o atropelamento de uma mulher

Por Patrick Granja / A Nova Democracia

Às 21h30 da noite do domingo (28/3), os moradores da Vila Ipiranga, no Fonseca, em Niterói – RJ, bloquearam a Alameda São Boaventura e incendiaram um ônibus em protesto ao atropelamento da empregada doméstica Sílvia Regina Paulino Monteiro, 43 anos, moradora da região. Policiais do 12º BPM chegaram no local do protesto efetivando disparos para o alto na tentativa de conter o justo protesto dos moradores indignados com a morte de Sílvia, vítima da falta de planejamento urbano e segurança.

O motorista chegou a parar o coletivo para socorrer a vítima mas, com medo de ser agredido pelos manifestantes, acabou fugindo do local. Logo depois ele se apresentou na 78ª DP (Fonseca). O monopólio dos meios de comunicação carioca (como sempre faz questão de fazer em casos como esse em que um trabalhador fere fatalmente outro por acidente) não tardou em jogar a culpa da tragédia no motorista. Já sobre as péssimas condições de trabalho e esforço físico desumano a que os rodoviários são submetidos, nenhuma palavra.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s